Romonilson é homenageado no Cariri Cangaço 2018

,

O prefeito de São José do Belmonte, Romonilson Mariano, prestigiou na noite desta quinta-feira (11), a Cerimônia de Abertura do Cariri Cangaço 2018. O evento aconteceu no Castelo Armorial.
Acompanhado da primeira dama, Heliany Mariano, Romonilson discursou e foi homenageado. “Agradeço pela realização do Cariri Cangaço aqui na nossa cidade. Quero dizer também que a prefeitura está de portas abertas e que enquanto eu for prefeito pode incluir São José do Belmonte em todos os eventos”, disse.
A Banda Marcial do Município e o Grupo de Bacamarteiros deram início a noite de cerimônia. Em seguida, o conselheiro Wescley Rodrigues fez a apresentação oficial do Cariri Cangaço.
Os conselheiros do Cariri Cangaço, Elane Marques e Rangel Costa, o secretário de Cultura de Crato-CE, Wilton Silva, e o secretário de Cultura de Exu-PE, Rodrigo Honorato, fizeram a entrega de títulos de Amigos do Cariri Cangaço ao prefeito Romonilson Mariano, ao presidente da Câmara de Vereadores, Kayson Pires, ao secretário de Administração e Desenvolvimento Econômico, Robério Hamilton, ao secretário de Turismo, Jackson Berg, como também ao presidente da Comissão Local do Cariri Cangaço, Valdir Nogueira.
Em seguida, o curador do Cariri Cangaço, Manoel Severo Barbosa, fez uso da palavra. “Hoje é um dia de festa quando o Castelo Armorial, a Prefeitura de São José do Belmonte e o Cariri Cangaço recebem alguns dos mais destacados pesquisadores e escritores de todo o Brasil. Nesta noite estamos recebendo representantes de 15 estados brasileiros numa demonstração de grande integração da cultura e história de nosso país”, disse.
Na sequência foi feita comenda a Ariano Suassuna, “Personalidade Eterna do Sertão”, entregue ao filho do mestre, Manuel Dantas Suassuna, pelos conselheiros Ivanildo Silveira e Juliana Pereira.
Quem recebeu comenda também foi o Castelo Armorial, “Equipamento Imprescindível à Memória e Cultura do Sertão” a Clécio Novaes pelos conselheiros Wescley Rodrigues e Cristina.
Para finalizar o historiador Valdir Nogueira falou sobre a força e a tradição de São José de Belmonte.


0 comentários:

Postar um comentário