Ação conjunta entre Polícia Civil e Militar prende acusado de homicídio em Mirandiba

,
Na tarde desta quarta-feira (22), os Policiais Civis da 196° Circunscrição, coordenados pelo Delegado de Polícia, Leonardo Max Pereira Monteiro, juntamente com os policiais militares da ROCAM lotados no 8° B.P.M. cumpriram Mandado de Prisão Preventiva n° 0000253-73.2018.8.17.0950.01.0001-16 decretado em desfavor de Antônio Marcos Barboza Pereira pela prática do crime de Homicídio Qualificado contra Adailton Luiz da Silva.
Na ocasião dos fatos, no dia 19/08/2018, a vítima foi morta após receber 01 (um) golpe de faca, o qual atingiu região próxima ao seu peito esquerdo, ocasionando morte instantânea.
No dia 20/08/2018, a Autoridade Policial ainda efetuava diligências no sentido de capturar em flagrante o suspeito, dirigindo-se, juntamente com os agentes de polícia, aos supostos sítios em que o representado poderia estar.
Diante da não realização da prisão em flagrante, de imediato, o Delegado de Polícia representou pela decretação da prisão preventiva do suspeito, a qual foi deferida na manhã de hoje pelo Juiz de Direito da Comarca de Mirandiba, Dr. Daladiê Duarte Souza.
A captura aconteceu porque o representado resolveu aparecer espontaneamente na Delegacia para prestar seus esclarecimentos, momento em que foi dada a voz de prisão pelo Delegado.
Durante a sua oitiva, o imputado confessou a prática do crime e admitiu que cometeu o crime porque a vítima, há tempos atrás, esfaqueou sua irmã, já o ameaçou de morte, lesionou sua mãe e, no dia 05/08/2018, esfaqueou seu primo.
Resta salientar que vítima e autor eram cunhados, atestando verdadeira rixa introversa na própria família.
Segundo o Delegado de Polícia, Leonardo Max Pereira Monteiro, “a resposta a sociedade foi dada e espero que a rixa familiar encerre nesse momento, caso contrário, outras prisões serão efetuadas se, porventura, continuarem praticando crimes contra a vida.
O caso é curioso porque no dia 16/08/2018, o Delegado de Polícia já havia solicitado a decretação da prisão preventiva da vitima pela prática do crime de Homicídio Tentado contra o primo do autor, já vislumbrando eventual represália, porém, entre o período da solicitação da prisão e a análise do Poder Judiciário, Antônio Marcos Barboza Pereira resolveu matar Adailton Luiz da Silva.
No entendimento do Delegado de Polícia, no crime cometido pela vítima, no dia 05/08/2018, o autor foi mais rápido que o Delegado, mas, no crime cometido no dia 19/08/2018, o Delegado foi mais rápido que o autor.
O Delegado também ressalta que não tolera crimes contra a vida praticados na cidade de Mirandiba, admitindo que em tais crimes a Polícia Civil dará resposta imediata, bem como espera que a prisão sirva para que as pessoas da cidade pensem duas vezes antes de matar ou tentar matar.

0 comentários:

Postar um comentário