Prefeito defende vereadores de Serra Talhada que foram à Brasília

,
O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), entrou de vez na polêmica que envolveu os vereadores Nailson Gomes, André Maio, Pinheiro de São Miguel e Manoel Enfermeiro, que foram à Brasília, na semana passada, participar da 21º Marcha dos Municípios.
Na oportunidade, os parlamentares postaram fotos ao lado do presidenciável Ciro Gomes (PDT) provocando críticas de leitores. Na última sexta-feira, durante ato inaugural no bairro da Cohab, segundo o Farol de Notícias, Duque fez uma defesa ardorosa e lamentou a ‘intolerância com os políticos’.
“Eu queria fazer um protesto pois muitas vezes somos mal interpretados, nestes tempos de intolerância enquanto gestores públicos. Eu me assustei esta semana, lá de Brasília, quando eu li uma nota criticando os vereadores Nailson Gomes, André Maio, Manoel Enfermeiro e Pinheiro do São Miguel, porque estavam lá presentes, como se estivessem cometendo um crime. Foram com toda a transparência participar de várias mesas temáticas de formação e capacitação para entender com funciona a dinâmica da gestão brasileira”, discursou o prefeito, cravando:
“Lamento que a imprensa de Serra Talhada venda como se eles estivessem cometendo um crime. Eu me solidarizo com a Câmara de Vereadores e com os vereadores que foram, que estavam representando Serra Talhada e merecem todo o apoio da comunidade. Chega de intolerância e de achar que todo mundo tem que ser colocado na vala comum como se fosse desonesto”.
Na opinião de Luciano Duque, os vereadores estavam se capacitando para entender melhor o município e levantar respostas para os problemas da cidade.
“Quem está investido de um cargo público tem responsabilidade com o gasto de dinheiro público. Isso não significa que ir à Brasília está se jogando dinheiro fora, está verdadeiramente ajudando a construir política pública para o município. Eu acho que intolerância não faz bem a ninguém”, resumiu.

0 comentários:

Postar um comentário