Prisão de Lula: tempo quente entre ministra e colegas

,
A ministra Rosa Weber mostrou a colegas contrariedade em relação à condução da votação da liminar que impediu a prisão imediata de Lula, na semana passada. A mesma irritação que revelou em plenário se repetiu nos bastidores, o que é raro: a ministra costuma ser gentil com todos os colegas, evitando discussões.
O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) teve um dia intenso nesta segunda-feira (26). Além do julgamento do recurso de Lula, outros casos importantes foram pautados. Por isso, foi necessário buscar cadeiras extras para que todos os advogados pudessem se sentar. 
Aguardando os respectivos casos estavam Roberto Batocchio e Cristiano Zanin, na defesa do ex-presidente, Nabor Bulhões, representando o pecuarista José Carlos Bumlai, Rogério Tafarello, advogado do empresário Salim Schahin, e Renato de Moraes, na defesa do ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada, entre outros. (Mônica Bergamo – FSP)

0 comentários:

Postar um comentário