Homem preso por estuprar e engravidar enteada

,
Da Folha de PE
Um vigilante de 41 anos foi preso preventivamente por estupro de vulnerável. A vítima é enteada do criminoso e ficou grávida aos 13 anos. A Polícia Civil comprovou o estupro através de exame de DNA que atestou a paternidade do estuprador, que foi levado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife (RMR), e pode pegar de oito a 15 anos de prisão, de acordo com o artigo 217-A do Código Penal.
Segundo o delegado Darlson Macedo, gestor da Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), o padrasto abusava sexualmente da menina desde os 12 anos e acontecia na própria casa. “Quando a mãe saía, ele se usava da sua força física e ameaças para estuprar a menina”, detalhou.
Um dos comportamentos que causou a suspeita dos vizinhos era o ciúme em excesso do padrasto pela enteada. “Esse é um caso que nos chegou através do disque denúncia. Ela no início dizia a mãe que tinha sido o namorado, um adolescente, que a teria engravidado. Mas após aprofundarmos as investigações descobrimos que o padrasto era o pai biológico da criança”, detalhou o delegado. O bebê nasceu e está atualmente com quatro meses. O indiciado continuou negando o estupro, mesmo depois da comprovação do DNA.
A menina relatou aos policiais que sofria muitas ameaças. “O padrasto ameaçava matar a mãe e matá-la se ela rompesse o silêncio. Ao fazer o exame de DNA na criança, não restou nenhuma dúvida: ele é o pai. Durante o inquérito ficou comprovada toda a monstruosidade desse padrasto, que a estuprava de maneira reiterada”, acrescentou.pro através de exame de DNA que atestou a paternidade do estuprador.

0 comentários:

Postar um comentário