Filha de Belmontense, Mayara Barros conclui EAS e entra para o Exército Brasileiro

,

 A jovem médica Mayara de Barros Alves, filha dos belmontenses Aluizio e Célia (Irmã do vice-prefeito Antonio de Alberto) concluiu a 1ª fase do EAS 2018 – Estágio de Adaptação ao Serviço, no 14º Batalhão de Infantaria Motorizado, “Regimento Guararapes”, sediado em Jaboatão do Guararapes e a sua formatura será na manhã desta quarta-feira(7). Este ano de 2018,  juntamente com a Asp Of Med Mayara outros profissionais de saúde também concluíram a 1ª fase do EAS, sendo vinte e quatro médicos, seis dentistas e seis farmacêuticos.
O Estágio de Adaptação ao Serviço (EAS) – é permitido a homens e mulheres diplomados nos cursos de Medicina, Farmácia, Odontologia e Veterinária (MFDV). O EAS, como Serviço Militar Inicial, destina-se, em caráter obrigatório, aos convocados integrantes das categorias profissionais de nível superior (Medicina, Farmácia, Odontologia e Veterinária) dispensados de frequentar os Órgão de Formação de Oficiais da Reserva (OFOR), com a finalidade de:
    – adaptá-los à vida militar;
    – proporcionar-lhes condições de aplicação de suas técnicas profissionais; e
    – habilitá-los à inclusão no Corpo de Oficiais da Reserva do Exército (CORE).
É permitida, em caráter voluntário, a convocação para o EAS de mulheres diplomadas pelos Institutos de Ensino destinados à formação de Médicos, Farmacêuticos, Dentistas e Veterinários. A prestação do EAS fica condicionada a que o MFDV tenha menos de trinta e oito anos de idade, referidos à 31 de dezembro do ano da incorporação. O EAS terá duração de doze meses, em duas fases:
    1ª FASE: denominada instrução técnico-militar, com duração de quarenta e cinco dias, realizada, obrigatoriamente, para adaptar o convocado às normas e procedimentos da caserna;
    2ª FASE: destinada à aplicação de conhecimentos técnicos-profissionais, realizada nas Organizações Militares para as quais foram convocados.
A Aspirante e Médica Psiquiatra Mayara irá realizar a 2ª fase do EAS no Hospital Militar de Área do Recife (HMAR) onde irá prestar seus serviços, podendo permanecer junto as fileiras do Exército por um período de até 8 anos.

0 comentários:

Postar um comentário