O cantor Samuel Mariano é ameaçado por ativistas gays

,

"Eles prometeram denegrir minha honra, destruir minha família", diz pastor que já foi a polícia prestar queixa.

Um grupo de ativistas homossexuais está ameaçando o pastor e cantor Samuel Mariano. Essa “guerra”, como chamou o artista, começou após ele criticar o drag queen, Pabllo Vittar, em uma de suas ministrações feita na igreja Missionária o Bom Samaritano de Cedro, em Pernambuco, no início de janeiro.
“Tem um cara aí que nasceu homem e virou mulher e virou cantora. Não canta nada que preste! E sinceramente, se ele fosse sobreviver de música passaria fome. Existe uma força demoníaca querendo empurrar na gente que isso é o certo. O resultado disso é que ele ganhou o prêmio como melhor música e melhor cantor do ano”, afirmou ele na ocasião.
Semanas se passaram e desde então o cantor tem sofrido ameaças, conforme relatou em uma publicação na sua página oficial do Facebook. “Estamos sendo vitimas de um ataque covarde e sem precedentes. (…) Eles vêm fazendo ameaças contra mim, minha família e meu ministério”, conta.
Samuel revela que para denegrir sua imagem o grupo está divulgando fotos falsas nas redes. “Essa madrugada fomos surpreendidos ao saber que, várias montagens com meu rosto começaram a circular em grupos de Whatsapp. Eles prometeram denegrir minha honra, destruir minha família e o projeto Quero Almas e estão tentando cumprir a promessa, mas aquele que nos justifica não dorme”, explica.
Segundo o cantor, a polícia já abriu um inquérito e está rastreando a origem dessas imagens para encontrar os responsáveis, tanto aqueles que criaram como os que divulgaram, pois ambos cometeram crime. Por agora, o artista pede oração e também que não compartilhem essas fotos.
“Peço aos irmãos que não compartilhem esse material. Apenas ore por minha família (que por sinal estamos em paz) e nosso ministério. Antes de qualquer coisa lembrem-se da minha família, dos meus filhos, eles não merecem, vamos sim chegar a um ponto de saber tudo. Não sou perfeito, mas preciso neste momento que todos me ajudem a não compartilhar esse tipo de coisa”, pede Samuel, que afirma voltar em breve com mais detalhes do caso. Gospel prime

0 comentários:

Postar um comentário