Coluna Pega-Fogo: Frente Popular de Pernambuco continua sem rumo

,
paulo-camara-sem-rumo-roberiosa Coluna Pega-Fogo: Frente Popular de Pernambuco continua sem rumo
Frente Popular liderada por Paulo Câmara continua sem rumo.

Da Coluna Pega-Fogo por Robério Sá – 01 de fevereiro Frente Popular de Pernambuco continua sem rumo

A Frente Popular de Pernambuco (FPP), capitaneada pelo governador, Paulo Câmara (PSB), que tentará a reeleição, continua sem rumo político. Uma ala da legenda socialista prega a aliança com o Partido dos Trabalhadores (PT), no entanto, o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), conseguiu estragar essa articulação ao decolar a pré-candidatura da vereadora do Recife, Marília Arraes (PT), ao Palácio do Campo das Princesas. No meio político, todos dão como certa sua candidatura. Já, a outra ala, agora, prega uma aliança com o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), esse, liderado pelo deputado federal Bruno Araújo, que por sinal, anda estremecido com os deputados federais Daniel Coelho (PSDB) e Betinho Gomes (PSDB).
Nesse imbróglio está Paulo Câmara buscando uma saída para preencher a lacuna do vice-governador da sua chapa, já que Raul Henry lançará candidatura a Câmara Federal, após perder o controle do MDB de Pernambuco, juntamente com Jarbas Vasconcelos. Nessa linha do jogo, Câmara busca um saída para recuperar o tempo de teve para propaganda eleitoral, que perderá para frente das oposições. Desta forma, o PSB de Pernambuco continua sem rumo para as eleições estaduais e os senadores Fernando Bezerra Coelho e Armando Monteiro adotaram a tática de exaltarem a candidatura da neta de Miguel Arraes, fato que torna cada dia mais complicado qualquer tipo de realinhamento que queiram Humberto Costa e João Paulo com a Frente Popular de Pernambuco para as eleições.
TORRE DE BABEL – No Partido Socialista Brasileiro (PSB) não conseguem falar a mesma língua. Uma ala da legenda, contrária à aliança com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), deu início a uma ofensiva para viabilizar a candidatura do ex-ministro Joaquim Barbosa pelo partido, para as eleições presidenciais deste ano. E, a tática se fortaleceu nessa quarta-feira, dia 31, com o resultado da pesquisa eleitoral, divulgada pela Datafolha, onde o ex-ministro aparece na quinta colocação na corrida presidenciável, com 5% das intenções de voto.
No entanto, a outra ala do PSB, liderada pelo vice-governador paulista Márcio França, busca um alinhamento do partido com o PSDB, para apoiar a candidatura presidenciável de Geraldo Alckmin. Com o empurra-empurra, o governador paulista decidiu, então, filiar França ao PSDB e gabarita-lo para concorrer ao Governo de São Paulo, nas eleições deste ano. Pelo menos é o que diz o site “Os Divergentes”. Perguntas: O assunto se encerrou ou continua?  E em Pernambuco? Muitas perguntas e poucas respostas! Quinta-feira será de muita movimentação no ninho tucano, com essas divergências dentro das legendas do PSDB e PSB.
raquel-lira-e-geraldo-alckmin-roberiosa Coluna Pega-Fogo: Frente Popular de Pernambuco continua sem rumo
Raquel Lyra se reúne com Geraldo Alckmin.
UNIÃO DO PSB E PSDB – Geraldo Alckmin, visando à aliança com o PSB para reforçar seu projeto político a presidência da república, convidou a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), opositora ferrenha ao governador Paulo Câmara (PSB), para almoçar, ontem, e tratar sobre essa possibilidade de união, em Pernambuco.
Se a aliança acontecer, o Governador Paulo Câmara e sua base apoiariam Alckmin para a presidência da república, entretanto, com a condição de ter em seu palanque o apoio de Raquel Lyra e dos ex-governadores João Lyra Neto (PSDB) e Joaquim Francisco (PSDB), além do ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes e dos deputados federais Bruno Araújo (presidente da legenda no estado), Betinho Gomes e Daniel Coelho. Contudo, a situação é tão crítica para Paulo Câmara – com o desembarque do MDB-PE – que só indo o PSDB e Brujo Araújo, a Frente Popular já aceitaria, considerando a recuperação em parte do tempo de TV para guia eleitoral. O PSB, ainda, continua sem falar a mesma língua e tentando se arrumar com qualquer sigla que fortaleça o projeto de reeleição do governador Paulo Câmara.
INCENTIVO – O deputado federal e pré-candidato ao Senado, Silvio Costa (Avante), foi mais um a defender a candidatura de Marília Arraes ao Governo do Estado. “É legítimo que seja candidata. A militância do PT quer. Podemos ter uma frente de oposições com duas ou mais candidaturas. No segundo turno, nos aliamos contra o desgoverno de Paulo Câmara”, disse.
fernando-bezerra-coelho-mdb Coluna Pega-Fogo: Frente Popular de Pernambuco continua sem rumo
Fernando Bezerra deseja ser candidato a governador a todo custo.
O SENADOR – O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) afirmou, ontem, em entrevista na Rádio Folha, em Recife, que “não abre nem para o trem” se a frente de oposições decidirem que haverá duas candidaturas ao Governo do Estado. “Se o conjunto da frente chegar à decisão de que deve apresentar duas candidaturas, digo logo que, uma é minha”, declarou.
COOPTAÇÕES – Em Serra Talhada, o aliado do governador Paulo Câmara, Sebastião Oliveira, conseguiu cooptar dois vereadores da base do prefeito Luciano Duque e do deputado estadual Augusto César (PTB). No entanto, a pergunta que não quer calar: “qual foi o acordo?”. Ficou faltando os vereadores Rosimerio de Cuca e Pinheiro do São Miguel explicarem para a sociedade. Contudo, o mais irônico foi os parlamentares deixarem a situação, migrarem para oposição e, ainda, quererem continuar com suas cotas no Poder Executivo. Isso existe?
É LULA LÁ – A pesquisa do Instituto Datafolha foi divulgada nesta quarta-feira (31) pelo jornal “Folha de S.Paulo”, com índices de intenção de voto para o primeiro turno da eleição presidencial de 2018. Advinha quem continua liderando, mesmo após ser condenado? O líder-mor do PT, Lula, obteve 37% das intenções de voto, e permanece líder absoluto da corrida presidenciável.
O senador pernambucano, Humberto Costa (PT), soltou até fogos nesta quarta-feira.  “Essa pesquisa é extremamente importante porque mostrar que, para desespero da direita e de setores políticos e econômicos, Lula segue sendo o nome preferido dos brasileiros para a disputa eleitoral deste ano”.
PERGUNTA DE FOGO – PSB e PSDB vão se unir a nível nacional e estadual?

0 comentários:

Postar um comentário