Morre em Recife o ex-vereador de São José do Belmonte Zézinho de Sata

,

Faleceu na manhã desta terça-feira 03 de outubro em Recife, o ex-vereador Zézinho de Sata.
Zézinho de Sata vinha a algum tempo fazendo tratamento com problemas na parte do intestino.
O ano passado Zézinho passou por várias cirurgias.
Zezinho se submeteu a mais uma cirurgia na noite desta última segunda feira, no hospital Getúlio Várias, onde a operação durou quase oito horas, o mesmo resistiu à todo o processo cirúrgico, mais infelizmente veio a óbito pela manhã após a cirurgia, deixando mãe, esposa, três filhos e vários irmãos.
Zézinho de Sata foi um grande coadjuvante da política belmontense, herdando do seu pai Sata, que também tinha sido vereador por vários mandatos em São José do Belmonte. 
Zézinho entrou na política no ano 2000, onde foi eleito pela primeira vez, elegendo-se junto com ele o ex-prefeito Nenen de Alberto, em 2004 Zezinho passou a fazer parte do grupo do recém chegado na política da época Rogério Leão, onde o mesmo sacrificou o seu mandato de vereador ficando na primeira suplência do seu partido, ajudando a eleger Rogério prefeito de Belmonte. Em 2005 Zezinho assume o mandato como suplente.
Em 2008 Zézinho entra na disputa mais uma vez para ajudar a reeleger o então prefeito Rogério Leão, ficando mais uma vez na primeira suplencia. Em 2009 Zézinho oficializa seu mandato com a morte do ex- vereador José Soares Sobrinho, porém descarta assumir de imediato para continuar como secretário de agricultura do governo de Leão.
Em 2012 Zézinho disputou a reeleição, ficando mais uma vez na primeira suplência do seu partido e ajudando a eleger o sucessor de Rogério Leão, o ex-prefeito Marcelo Pereira. 
Em 2013 Zézinho assume mais uma vez a secretária de Agricultura, vindo a assumir à vaga do vereador Sargento Diniz em 2014, onde na época tive a honra de legislar junto com Zézinho, por dois meses na vaga do atual vice prefeito Antônio de Alberto que na época era vereador. 
Em 2016 Zézinho já estava enfrentando problemas de saúde, mesmo assim se manteve fiel ao seu grupo se disponibilizando a colocar seu nome, caso fosse necessário.
Zézinho foi um bom soldado, amigo de todos, uma pessoa que sempre soube dialogar e através de suas ações, soube dirigir o destino brilhante de sua família, partiu deixando Boas lembranças. 
Aqui deixamos os nossos sinceros sentimentos a todos os seus familiares e amigos e ao povo em geral, que tinha assim como eu um apresso humano por José Saturnino Alves.

0 comentários:

Postar um comentário