Belmontense se destaca na arte da música nordestina em Recife

,

Ela se chama Nataly Celina, filha de Telma Rejane de Souza e João Eudes de Souza. Neta do tão conhecido Olímpio Domingos e sobrinha de Rose Rangel. Fruto de famílias Belmontenses, nascida em Brasília em 27/04/1987, cidade em que seus pais moravam na época. No entanto, foi criada pelos seus avós maternos, Olímpio Domingos e Dona Dadinha, desde os 3 (três) anos de idade, após a separação dos seus pais. Estudou até a 8° série na Escola Professor Manoel de Queiroz, onde afirma ter boas lembranças. Em 2002 foi estudar em Serra Talhada, no Colégio de Aplicação até a conclusão do ensino médio e em 2005, foi morar em Recife com sua tia, a psicóloga Rizoneide, onde reside nos dias atuais. Formada em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco e Pós-Graduada em Direito Público, atualmente, aos 30 anos, ela se divide entre o mundo jurídico e a arte da música.  Um completando o outro. O Direito era o sonho de vida e a música o sonho da alma, afirma Nataly!
Em 2016 começou a estudar canto,  como também, começou a fazer participação nos show de amigos que já estão nessa estrada há anos, defendendo a cultura nordestina, os quais estima grande respeito. Faz parte do projeto FORROZADA DA GARAGEM, que vem aí crescendo, ao longo dos 4 (quatro) anos, levantando a bandeira do melhor do nosso forró pé -de- serra. Por ter um grande apresso pela escrita e por poesias, Nataly também se dedica a transformar sentimento em palavras. Alguns textos e frases de sua autoria são encontrados no Facebook,  numa página denominada: "Nataly Celina: Onde os sentimentos tornam-se palavras."
Nataly, diz ser grata a Deus pela família que tem e a tudo que viveu e vive.
"Levo na alma a essência de onde vim, a maturidade de onde passei e o sorriso largo de fé", conclui a  cantora.


0 comentários:

Postar um comentário