Após receber criticas de Rodrigo Novaes por ter votado a favor de Temer, Sebastião Oliveira rebate-o chamando Novaes de desequilibrado

,
O secretário estadual de Transportes Sebastião Oliveira (PR) lamentou a postura do colega de base aliada, o deputado estadual Rodrigo Novaes (PSD), que desferiu duras críticas contra ‘Sebá’ nas redes sociais após o seu voto contrário à denúncia de corrupção sobre Michel Temer no Congresso.
Ao programa Frequência Democrática nesta quinta-feira (17), na Vilabela FM, Sebastião evitou comentar a postura de Rodrigo Novaes resumindo que o parlamentar é desequilibrado e tem ‘algum rancor pessoal’ contra ele. Sebastião, no entanto, assegurou que ‘nenhuma palavra ácida’ vai evitar que ele pare de trabalhar.
“Não quero avaliar a postura de Rodrigo. Rodrigo quem vai avaliar é o povo de Serra Talhada quando ele for pra votação. Mas Rodrigo teve ter um problema pessoal comigo que eu não qual é. Ele já protagonizou algumas cenas que são lamentáveis e que deveriam ser banidas da vida pública de um homem. Então, o desequilíbrio é dele. É algum problema pessoal comigo. (Sobre o voto) eu fiz algo absolutamente alinhado e comunicado ao governo Paulo Câmara do qual ele (Rodrigo Novaes) se diz vice-líder do governo”, disse Sebastião reforçando:
“Eu tenho absoluta tranquilidade do que estou fazendo por Serra Talhada, mas talvez essa atitude dele esteja carregada de algum rancor que ele tenha e ele é quem precisa explicar isso à população. Eu não tenho a falar dele e nem que explicar. Só dizer que nada apaga e destrói a força do trabalho. Nada! Não vai ter palavra ácida dele e de ninguém que vai diminuir a minha vontade de querer trabalhar pelo povo de Serra Talhada, de Floresta, do Pajeú e das bases que me deram a responsabilidade de representá-los”.
ANÚNCIO DE OBRAS EM FLORESTA
Ainda, segundo Sebastião Oliveira, sua resposta às críticas sobre seu posicionamento no Congresso está vindo com obras, inclusive, para Floresta, base eleitoral de Rodrigo Novaes. Sebastião chegou a dizer que o “desespero” de Novaes se justifica por que ele talvez quisesse que as ações prometidas por Sebastião para os municípios da região, com verba federal, não se concretizassem.
“Por exemplo, há um programação para o final de agosto e início de setembro de começarmos uma restauração lá em Floresta com verba do Ministério dos Transportes, se nós não tivéssemos mantido a estabilidade que o país estava talvez essa obra estivesse perdida. E talvez o desespero dele (Rodrigo Novaes) seja esse, imaginando que o presidente Temer fosse afastado e eu perderia esses investimentos para Serra Talhada, Floresta e não trabalharia. Mas eu frustrei ele e dei alegria ao povo florestano que vai receber verbas do acesso de entrada (da cidade) do Ministério dos Transportes quem sabe com a presença do ministro Maurício Quintella. E entendo, do jeito que ele é (Rodrigo Novaes) ele vai está lá no dia fazendo parte dessa conquista. Então, já estou acostumado com isso, pois o desequilíbrio é dele, não é meu. Então, quem tem que explicar é ele”. Farol de Noticia

0 comentários:

Postar um comentário