José Pires Ribeiro fundador de São José do Belmonte, por Valdir Nogueira

,
A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
Texto escrito pelo historiador belmontense Valdir José Nogueira, conta detalhes do incio da povoação de São José do Belmonte.
Nas velhas crônicas da cidade aparece o nome do filho de um português José Pires Ribeiro como fundador de São José do Belmonte. Era dele a Fazenda Maniçoba, o chão da cidade, e foi com seus cobres que a pequena capela ali foi erguida, em pagamento de promessa feita quando grassara no sertão da Província de Pernambuco a cólera mórbus. E ao redor da capela surgiu o pequeno povoado que se tornaria Belmonte.
Em 1856, em cumprimento de promessa feita por intercessão de São José, o Major José Pires Ribeiro e sua mulher Antônia Teodora da Assunção, solicitam a Provisão das Dignidades do Cabido de Olinda/PE, autorização para construção de uma capela na Fazenda Maniçoba, permissão essa concedida a 12 de novembro de 1856. E a capela foi construída com os cruzados do Major e o auxílio dos devotos circunvizinhos,
Para lançar a pedra fundamental da construção da capela votiva de São José, Pires Ribeiro encarregou o franciscano capuchinho Frei Cassimiro de Mitelo.
O ano de 1857 marca a data da fundação do Povoado do Belmonte com a construção da Capela de São José e a realização da primeira festa do nosso Padroeiro realizada através de um Tríduo presidido pelo Padre Manoel Lopes Rodrigues de Barros.
Através da construção da Capela de São José, dar-se a fixação do povoado, pois naquele ponto, além da casa residencial da família do proprietário, erguiam-se outras casas, sendo algumas de taipas cobertas com telhas de barro e outras com palha de carnaúba, na dispersão dos pequenos sítios perto das cacimbas cavadas periodicamente no leito do riacho do Cristóvão.
E foi desse pequeno núcleo habitacional, nascido às margens do riacho do Cristóvão, sob as ordens do Major José Pires Ribeiro, e sob a proteção de São José que nasceu São José do Belmonte.

Saiba quem é Valdir José Nogueira, um belmontense fascinado pela cultura e tradições do nosso povo.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e área interna
  • Membro da ORDEM DOS CAVALEIROS DA PEDRA DO REINO sediada no Município de São José do Belmonte - Pernambuco - Brasil. Tenho de tudo um pouco: Profissional, Persistente, Dedicado, Organizado, Minucioso, Sério, Brincalhão e Amigo...
    Gasto horas a fio do meu precioso tempo a pesquisar HISTÓRIA e GENEALOGIA com foco nos clãs sertanejos das ribeiras do Pajeú, do Navio, do São Francisco, do Cariri e da Borborema. Meus hobby é escrever o que pesquisei.
    Adoro "ARQUIVO MORTO", é nele que encontro a 'HISTÓRIA VIVA". Me deleito e vibro quando encontro um documento inédito!
    Sou devoto da nossa cultura e das nossas tradições.

0 comentários:

Postar um comentário