Rejeição de Michel Temer salta de 29% para 45% e empata com a do ex-presidente Lula

,
A rejeição do presidente Michel Temer (PMDB) para um cenário de primeiro turno das eleições de 2018 cresceu 16 pontos percentuais desde julho e empatou tecnicamente com a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
É o que revela a pesquisa Datafolha publicada nesta segunda-feira (12), em que o percentual de entrevistados que não votaria em Temer em nenhum cenário saltou de 29%, em julho, para 45%. O número coloca o peemedebista no topo do ranking de rejeição para o primeiro turno das próximas eleições presidenciais.
A taxa de rejeição de Lula, conforme o Datafolha, é de 44% – uma queda de dois pontos percentuais em relação a julho. Isso deixa Temer e Lula empatados tecnicamente, uma vez que a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.
O terceiro posto na pesquisa sobre rejeição é ocupado por Aécio Neves (PSDB), que oscilou um ponto para cima e está com índice de 30%. Em quarto lugar, também com um ponto a mais em relação a julho, aparece o também tucano José Serra, com 20% de rejeição.
Completam a lista da rejeição na pesquisa do Datafolha os índices de Jair Bolsonaro (PSC), com 18%; Geraldo Alckmin (PSDB), com 17%; Marina Silva (Rede), com 15%; Roberto Justus (sem partido), com 14%; Ciro Gomes (PDT), com 13%; Luciana Genro (PSOL), com 11%; Ronaldo Caiado (DEM) e Sergio Moro (sem partido), ambos, com 9%, cada; e Eduardo Jorge (PV) e Cármen Lúcia (sem partido), ambos, com 8%, cada.
Ainda segundo o levantamento, 6% dos entrevistados informaram rejeitar todos os nomes apresentados; 4% disse que não rejeita nenhum, e 4% não souberam responder.
A pesquisa foi realizada nos últimos dias 7 e 8 de dezembro com 2.828 pessoas com 16 anos ou mais e tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Do Portal Uol

0 comentários:

Postar um comentário