Policiais militares e bombeiros podem decretar greve nesta terça-feira (06)

,
pmpe
 Ontem, o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), fez um apelo no plenário da Casa para que o governo do Estado negocie com a categoria.
A bancada oposicionista foi procurada pela Associação de Cabos e Soldados (ACS) para que intercedesse junto à Base do Governo na Alepe, já que no lugar de sentar à mesa, a categoria teria sido surpreendida pela sinalização do Comando da Polícia Militar, de repressão à realização da assembleia da categoria.
“O momento não é de aumentar tensões. Gostaríamos de fazer um apelo para que o Governo do Estado estabeleça o diálogo com a Associação de Cabos e Soldados na tentativa de construir uma solução para a agenda que eles estão apresentando, que também é fundamental para o Pacto pela Vida”, destacou Silvio.
Segundo o vice-líder da Oposição, Joel da Harpa (PTN), a insatisfação de toda a Polícia Militar é crescente, por causa da falta de habilidade do Governo. “Com a chegada do novo secretário de Defesa Social, havia a esperança da retomada das negociações de itens que estão pendentes desde a greve de 2014, o que não aconteceu”, afirmou Joel.
De acordo com Silvio, uma nova greve da Polícia é extremamente prejudicial para a população pernambucana, sobretudo num momento de crescimento generalizado da violência, com mais de 3.900 homicídios contabilizados até o último dia 22, mais de 1.200 assaltos a ônibus e crescimento vertiginoso dos ataques a caixas eletrônicos, que em 2016 vem mantendo uma média de uma explosão por semana. Bancada de Oposição na Alepe reiterou o apelo para que o Governo do Estado dialogue com a Associação de Cabos e Soldados, que representam policiais e bombeiros militares. 

0 comentários:

Postar um comentário