Nesta ultima semana cédulas falsas foram semeadas no comercio de São José do Belmonte

,



Há algumas semanas, o comercio local de São José do Belmonte foi surpreendido com o repasse de cédulas falsas de real feito por pessoas estranhas. Rapidamente os donos de comércios começaram a alertar a população por meio de redes sociais, como o Facebook e o WhatsApp, exibindo fotos comparando notas falsas de R$ 100,00 com as verdadeiras.

Nesse sábado (19) os feirantes da feira popular local se depararam com a mesma situação. Alguns homens, aparentando entre 40 e 50 anos, estavam repassando notas falsas de R$ 50,00 e R$ 100,00.

Imagem ilustrativa (fonte: google imagens)
Uma feirante (que não será identificada por questões de segurança) entrou em contato com o Tribuna e informou que quase foi uma das vitimas do falsário. Ela não entrou em detalhes sobre a fisionomia do homem, pois estava muito nervosa, mas contou com detalhes o modo como eles abordam os feirantes e como operam no repasse das notas.

Todos que foram vitimas relataram a mesma forma de modos operandi dos indivíduos, sendo a abordagem da seguinte forma:

  • O Indivíduo faz apenas compras pequenas, nos valores entre R$ 2,00 e R$ 5,00;
  • Sempre carrega consigo as compras anteriores feitas em outras bancas;

!!! ATENÇÃO !!! Essa é a parte do golpe onde eles mais obtém êxito, leia atentamente abaixo:

  • Ao efetuar a compra, o indivíduo usa primeiro uma nota de R$ 50,00 falsa. Se o comerciante/feirante cair no golpe e inevitavelmente passar o troco ao falsário, ele pede de volta a nota de R$ 50,00 falsa e pede para o comerciante receber dele, uma nota de R$ 100,00 ao invés da de R$ 50,00. Assim, ele consegue repassar uma nota falsa maior e ainda sai com o troco da compra e uma nota verdadeira do comerciante;

  • Em outra ocasião, ele faz o inverso: Pede notas de R$ 100,00 ao comerciante/feirante e troca por duas de R$ 50,00 falsas, alegando ajudar o comerciante com dinheiro "miúdo" para facilita-lo na hora de passar o troco para clientes futuros. 
Esse golpe, nessa mesma forma, foi aplicado na banca da feirante que entrou em contato conosco. Ela só não caiu do golpe, porque ao passar o troco, percebeu que a nota era falsa (apresentava uma impressão grotesca e seu aspecto era lisa, sem marca d'água). Imediatamente, ela relatou ao homem que sua nota era falsa, e lhe pediu o troco de volta. 

Ela relatou que o homem ficou muito nervoso e pedia que ela recebesse logo sua nota de R$ 100,00 e que queria o restante trocado em notas de R$ 20,00. Pressionado pela feirante e alguns conhecidos que estavam em sua banca (um deles, funcionário de um banco local) o homem pediu a nota de volta e pagou a compra com uma nota de R$ 2,00, evadindo-se rapidamente do local sem deixar rastros.

Os presentes observaram que o indivíduo levava uma bolsa cheia de dinheiro, e relataram terem visto varias notas enroladas em maços de notas de R$ 50,00 e R$ 100,00. 

Infelizmente, alguns comerciantes de S. J. Belmonte caíram no golpe e nos enviaram fotos de suas cédulas falsas, confira:
A nota de R$ 100,00 de cima é a FALSA.

Abaixo, um infográfico de como ficar atento aos detalhes das cédulas de real e não ser enganado. Tribuna Belmontense

0 comentários:

Postar um comentário