Romonilson confirma o que foi adiantado pelo nosso blog, através de nota a imprensa sobre o aumento de 35% aprovado pela câmara de vereadores de São José do Belmonte

,
O prefeito eleito de São José do Belmonte Romonilson Mariano, responde as duras acusações divulgada a seu respeito sobre o aumento de 35% do reajuste nos salários de prefeito, vice, secretários e vereadores para o ano de 2017, veja o que escreve Romonilson a todo o povo de São José do Belmonte.
Prezados Belmontenses 
Sobre os aumentos votados pela Câmara.
Estou em viagem e não compactuei com essa ação. Até porque, a maioria dos vereadores dessa legislação não são ligados politicamente a mim.
Fui surpreendido por uma matéria onde o Blogueiro diz que fui “presenteado” com aumento de 35%. Primeiro porque não vejo isso como um presente. Presente de bom grado é aquele que, de certo modo, traz uma satisfação a quem recebe.
Não fui, nem sou a favor desse aumento. Primeiro porque não preciso dele, depois porque o período em que o país, estados e municípios se encontram é de redução de despesas e não de aumento.
Tentar associar uma decisão da Câmara de Vereadores a minha pessoa é uma atitude no mínimo irresponsável. Porque não responsabiliza os vereadores da situação? Eles formam a maioria e poderiam ter rejeitado esse aumento ao invés de se ausentarem da sessão.
Vale salientar que na passagem do mandato de Rogerio Leão para Marcelo Pereira houve um aumento de 125% nos salários. A diferença é que eu não quero esse aumento.
Asseguro ao povo de Belmonte que as contas do município serão revistas nos primeiros meses da minha gestão, que começa em janeiro, e faço questão de que o primeiro corte seja do meu próprio salário.
A partir de janeiro esperem de mim alguém que tem responsabilidade, que sabe gerenciar despesas e receitas e quando houver qualquer caso de manobra com interesses políticos lembrem-se Romonilson está fora disso.



Um comentário:

  1. Sinceramente se eu fosse Romonilson entenderia isso como posicionamentos de pessoas que choram o fim dos seus privilégios. É claro que a Câmara hoje pertence a oposição ao prefeito eleito, é autonoma. Basta ao prefeito Romonilson ao tomar posse, reduzir a farra das secretarias da atual gestão, que a conta fecha. O prefeito eleito deve responder no tempo certo e não no momento que a oposição usa de subterfúgios sem valor moral e ético para atacar quem os suplantou de forma ridicularizante.

    ResponderExcluir