Você não perde nada quando perdoa alguém!

,
Sabe de uma coisa? As pessoas vão pisar na bola de vez em quando com você. Sim, elas vão. Seu colega de faculdade, seus funcionários, seus pais, seu namorado, seu marido e até mesmo o seu melhor amigo. Nós, seres humanos, somos falíveis, frágeis e instáveis. Muitas vezes erramos querendo acertar ou até mesmo sem perceber e, acabamos assim, magoando pessoas que não gostaríamos. Acontece que se você for querer tirar da sua vida todos que cometerem erros, esteja certo de que vai terminar sozinho. As coisas não podem ser assim. Perdoar é um dos maiores sinais de maturidade e grandeza que o ser humano pode apresentar. Vai por mim, o perdão é muito mais libertador para quem fornece do que para quem recebe. Essa sua intransigência não vai te levar a lugar nenhum. Perceba, não faz sentido viver nesse mundo se você não acreditar nas pessoas. Você precisa delas. Todos nós precisamos. O mundo tem jeito, os bons são maioria e o exemplo é a sua maior arma. Nunca vire as costas para quem um dia lhe estendeu a mão. Um erro não pode apagar tudo de bom que uma pessoa já fez por você. De gente para apontar o dedo e julgar o mundo está cheio. O que a gente necessita é de compreensão, bondade e respeito. Perdoar é preciso. Você não perde nada em dar uma segunda chance, quem perde, e muito, é aquele que não souber aproveitá-la. Esteja certo de que as pessoas que não admitem erros são sempre aquelas que mais se cobram quando descobrem que também são humanas. Você não precisa, caso não queira, recolocar em sua vida aquela pessoa que cometeu um erro grave com você. Por outro lado, de nada adianta querer mal, torcer contra e alimentar sentimentos ruins. Você não vai querer levar isso dentro de você. Superar é estar acima do problema. Descuida que o destino cuida. Releva que o vento leva. Procura que o tempo cura. Sossegue que a vida segue. Perdoe e siga adiante. Eu te peço, esteja de coração aberto para aceitar os meus deslizes, prometo estar de braços estendidos quando você precisar que eu entenda os seus.
Fonte: Precisava escrever.com.br

0 comentários:

Postar um comentário