Governo de Pernambuco não perdoa e exonera Ronaldo Melo depois do mesmo ter aderido ao prefeito Duque

,
rONALDOEm menos de 72 horas depois de ver o filho assumir uma secretaria no governo do prefeito Luciano Duque (PT), em Serra Talhada, Ronaldo Melo, lotado na Casa Civil do Estado no cargo de Gerente Técnico foi exonerado.
A exoneração foi publicada nesta no Diário Oficial do estado (DOE) nesta quinta-feira (16) referente a atos do governo da quarta-feira (15).
Em entrevista recente em uma emissora de rádio local, Ronaldo Melo disse que sua chegada ao grupo duquista se dava atendendo a um desejo do seu bloco, mas que ele (Ronaldo) ficaria ‘neutro’ e alegou que não acreditava em retaliação do governador Paulo Câmara, de quem se disse amigo, lembrando que ele (Ronaldo) era do PSB já há muito tempo e que havia sido colocado no cargo pelo ex-governador Eduardo Campos.
As alagações de Ronaldo no entanto, parecem não terem sensibilizado a atual gestão de Pernambuco que não gostou de vê-lo desobedecer as ordens expressas do governador de que o partido (PSB) deveria, em Serra Talhada marchar sobre o comando do secretário Sebastião Oliveira, e assim resolveu punir a desobediência com a exoneração.
Segundo Ronaldo, na entrevista que concedeu, caso fosse demitido ficaria livre para participar ativamente da campanha de reeleição de Duque. Agora é pagar para ver. C1
Ronaldo

0 comentários:

Postar um comentário