Foragido da Operação Turbulência é encontrado morto em Olinda

,
Um dos procurados pela Polícia Federal de Pernambuco, através da Operação Turbulência, foi encontrado morto no município de Olinda, no bairro Jardim Brasil, nesta quarta-feira (22). Paulo César de Barros Morato estava foragido e era suspeito de ter participado do esquema que financiou irregularmente a campanha de reeleição do ex-governador Eduardo Campos. Ele estava em um hotel, desde ao meio dia da terça (21) A Polícia Federal, a Polícia Militar já se encontram no local. 

Ele era considerado o ‘testa de ferro’ do esquema, sendo dono da Câmara & Vasconcelos, empresa que teria mais movimentado dinheiro dentro do esquema. 

“Estamos acompanhando o caso com a Polícia Civil e o caso ficará afeto à civil e caso haja alguma circunstância dentro da investigação que possua vínculos ou tenha ligação com os fatos que estão sendo apurados poderemos entrar no caso”, disse o chefe de comunicação social da PF em Pernambuco, Giovani Santoro.

A Operação Turbulência investiga um esquema de lavagem de dinheiro que teria servido como caixa dois para a reeleição de Campos. 

Na terça (22), a Polícia Federal cumpriu 33 mandados de busca e apreensão, 24 mandados de condução coercitiva e expediu cinco mandados de prisão preventiva, sendo o pedido de prisão do empresário Paulo de César Barros Morato o único que não foi cumprido.


BLOG DA FOLHA

0 comentários:

Postar um comentário