A eleição 2016 será manual mesmo ? Calma, ainda não está definido.

,


Para tentar entender melhor qual o verdadeiro contexto das notícias sobre a possível volta da eleição manual, este blog entrou em contato com o Chefe da Justiça Eleitoral de Belmonte e de Mirandiba, o analista judiciário federal, Dr. ANDRÉ ALVES DE ALENCAR NEVES, que esclareceu o seguinte:

“Primeiramente, é importante deixar claro que a crise econômica e política afeta todos os segmentos da sociedade, inclusive as atividades da  Justiça Eleitoral. Todavia, em nenhum momento, pelo que se viu da nota oficial do Tribunal Superior Eleitoral - TSE, afirmou-se que a eleição de 2016 será manual. O que se coloca, em verdade, é que, caso o contingenciamento de despesas promovido pelo Governo Federal seja mantido, aí sim, fica impossível a realização da eleição eletrônica.”



Todo  esse problema, segundo ainda Dr. André Neves, ocorreu por conta de que a solicitação de revisão de meta do orçamento enviada pelo Governo Federal ainda não foi votada pelo Congresso Nacional, mas que poderá ser votada nos próximos dias, e o contingenciamento promovido pelo Ministério da Fazenda, poderá ser revisto novamente.  Assim, na verdade, acendeu-se o sinal amarelo, mas nada está definido, e devemos aguardar as notícias dos próximos dias.



Por outro lado, o Chefe do Eleitoral esclarece que a Justiça Eleitoral está sempre preparada para fazer qualquer tipo de eleição, seja eletrônica ou manual. A única diferença e a mais marcante, ainda segundo André Neves, será a apuração do resultado. Enquanto na última eleição presidencial, 2014, o resultado aqui em São José do Belmonte e Mirandiba saiu em apenas 40 minutos, na votação manual o resultado deverá demorar alguns dias.




O que o Chefe do Eleitoral esqueceu de dizer também, é que pelo menos a urna de lona não quebra !

0 comentários:

Postar um comentário