De São José do Belmonte para os palcos; Luka Severo fala de sua trajetória artístico-teatral

,

Ele é belmontense, ator, diretor teatral, e engatinha pela dramaturgia teatral. Nasceu e foi criado na vila Açudinho, onde sua família ainda mora até hoje. O mais velho de uma família de 13 irmãos, Luiz Filho (29), que adotou o nome artístico de Luka Severo, mora desde 2010 no Estado do Ceará, onde foi em busca de seu maior sonho: ser um artista de teatro. “Eu sai de Belmonte em 2010 quando passei no vestibular para o Curso de Licenciatura Plena em Teatro pela Universidade Regional do Cariri – URCA. Daí até hoje nunca mais voltei. Amo demais minha cidade. Já conheci algumas partes do Brasil e do mundo, mas Belmonte é sempre onde recarrego as minhas baterias para continuar na batalha da vida. Minha vida já foi feita aqui no Ceará. Hoje sou professor efetivo da educação básica no Município de Iguatú, mas não deixei de fazer arte... acho mais fácil deixar de ser professor, se é capaz disso acontecer, (rsrs)”.

Desde que morava em Belmonte, Luka demonstrava talento para a arte teatral. Ele trabalhou um tempo como professor de Teatro no Ponto de Cultura Pedra do Reino, mas antes disso sempre estava presente nos eventos culturais das escolas por onde estudou e na RCC, onde fez parte por quase 7 anos. “Sempre gostei de atuar. Me descobri na escola, fazendo as dramatizações de eventos culturais... até montamos um grupo de teatro no Manoel de Queiroz, mas não passamos de uma peça. Na Renovação Carismática eu, junto com Jean Marins e a querida Fran, sempre tentávamos buscar novas possibilidades de evangelização e a arte sempre era a saída mais eficaz, foi com eles dois que eu pude perceber que poderia unir dança e teatro no mesmo palco”.

Na Universidade, Luka montou, dirigiu e atuou em diversos trabalhos artísticos que abrangiam dança, música artes visuais e, é claro, teatro. Em 2013 montou um grupo que homenageava sua mãe levando nome dela em sua marca, e foi com o Gp. Cícera de Experimentos Cênicos que ele montou entre vários trabalhos, um deles, o que ele acha que foi o mais importante ao qual batizou de “Pedras de Sangue”. Esse trabalho contava a historia da Lenda da Pedra do Reino de um Jeito bem diferente. Ele nunca trouxe a Belmonte, mas não descarta a possibilidade, de acordo com ele: “sempre me encantou a lenda da Pedra do Reino. Aquele lugar é mágico e eu queria outras pessoas conhecessem também. Depois de montado ainda quis levar para a festa de maio, conversei com o secretário de cultura e com algumas pessoas da associação, mas os mesmos não demonstram interesse, acho que é aquela coisa de que santo de casa não faz milagre (rsrs), mas não fiquei chateado, na época da festa do mesmo ano eu estava me apresentando no Rio de Janeiro”. E ainda conta que já esteve em Belmonte com a Dakini Cia. De Dança com o espetáculo “Claricias – A palavra que treme” que conta, através da dança, a biografia da escritora nordestina Clarice Lispector. O mesmo foi contratado pelo colégio SEI. 

O ator ressalta que “as pessoas precisam entender que fazer Arte é uma profissão, e como qualquer outra profissão tem que ser remunerada. O artista não tem porque viver de favor, apesar de, historicamente, o nosso país assim como o resto do mundo, sempre valorizar o que vem de fora – a família real, por exemplo, trazia artistas franceses para se apresentarem aqui quando os índios e os próprios jesuítas tinham muitos produtos artísticos fabulosos”. 

O ator-professor trabalha com uma linha de pensamento artístico bem diferente do habitual – A Dança-Teatro, que como diz o próprio nome passeia pelas duas linguagens, unindo-as em um só trabalho cênico. Mas hoje ele aposta nos vídeos produzidos para o Youtube com uma personagem que surgiu na Faculdade e que a pedidos decidiu voltar a viver. Estamos falando de Pandora Burton, uma socialyte que quer fazer de tudo pela fama, mas não consegue atingir seus objetivos. 

“Pandora surgiu na faculdade por uma brincadeira. Na ocasião fui muito aplaudido. Eu tinha parado de fazer, mas ultimamente eu fui recebendo muitos pedidos para que eu voltasse a fazê-la e não deixasse morrer. Foi um desafio, pois eu nunca tinha pensando em me vestir de mulher, é uma linha de trabalho muito difícil de fazer, mas me propus, afinal sou um artista né? Hoje temos o nosso canal onde a Pandora entrevista as pessoas sobre o que elas querem falar livremente”.

Hoje, Luka Severo se divide entre as 200 horas na sala de aula em iguatu-CE onde é professor de Artes do 6º ao 9º ano e as inúmeras viagens pelo Estado que vem fazendo com a Pandora para alimentar o seu canal, e não esconde o desejo de fazer um trabalho artístico em sua cidade natal – “é triste dizer, mas acho que o movimento artístico em Belmonte é muito fraco e momentâneo. Temos artistas maravilhosos em nossa cidade de todas linguagens, músicos, cantores, bailarinos que brilham pelo mundo ai nas bandas e nos palcos, pintores que fazem trabalhos lindo, mas que não tem o reconhecimento que deveriam ter... e atores e atrizes que simplesmente deixam o público de boca aberta em cena, mas tudo isso precisa de investimento, e sinto dizer: interesse”.
Para Luka, o sucesso está na simplicidade é o que leva desde que saiu de casa em sua bagagem. “Eu nunca sonhei em ser um famoso reconhecido de uma novela da globo, mas sempre quis que os meus discursos artísticos pudessem ser visto, aplaudidos e refletidos pela maior quantidade de pessoas possível. Hoje eu tenho uma vida financeira e artística estável, recentemente estive no Rio de Janeiro duas vezes e fiquei muito feliz em ter o meu trabalho reconhecido por lá. Um dos meus maiores sonhos é construir a sede do meu Grupo de Teatro, que hoje é em Juazeiro do Norte, aí em Belmonte, e ainda vou fazer mesmo que para isso eu tenha que tirar do meu próprio bolso. Espero que um dia eu possa reunir todas as pessoas que me incetivaram a ser o que eu sou hoje para agradecer uma a uma pessoalmente.”
Caso você tenha ficado curioso para conhecer um pouco mais, procure-o nas redes sociais nos links abaixo:

Fãn Page do Luka: https://www.facebook.com/luka.ator/?fref=ts 
Fãn Page da Pandora: https://www.facebook.com/PandoraBurton/?fref=ts
Canal no Youtube da Pandora: https://www.youtube.com/channel/UCgzrlUt74_zm61HL9vP91eg

Portal BelmonteDIÁRIO

0 comentários:

Postar um comentário