Irmão do prefeito Luciano Duque serve como uma pedra no seu sapato para as eleições em Serra Talhada

,
Duque e DuquinhoNegando que esteja à frente do governo de Serra Talhada visando um projeto pessoal, o prefeito Luciano Duque (PT) rebateu as especulações de que estaria jogando o próprio pai, o empresário João Duque, contra o irmão oposicionista ao PT, João Duque Filho (Duquinho) de olho em 2016. Falando à rádio Líder do Vale FM, o prefeito garantiu que não seria ambicioso ao ponto de alimentar uma briga familiar, mas disse que enxerga a questão por outro ângulo. Recentemente, o prefeito fez questão de estimular a entrada do pai na política, o colocando como presidente municipal do PSD, de olho em 2016.
“Olha, eu não sou ambicioso a esse ponto, não. Eu procuro enxergar as coisas por outro prisma, meu pai está ao meu lado porque entende que nós procuramos fazer o caminho correto. Os vereadores que vieram para o nosso lado pensam da mesma forma. Nada contra o meu irmão, se ele discorda de mim, os dedos da mão não são iguais. Respeito. Ele escolheu um caminho, ele entende hoje que tem que estar na oposição. Tem que estar aliado de Carlos Evandro, de Socorro Brito, de Sebastião. Eu respeito, siga o caminho dele”, disse Luciano. sentenciando:
“Não estamos aqui por um projeto pessoal, nunca tive projeto pessoal, eu estou por um projeto de Serra Talhada, quando eu disse a Serra Talhada que ia governar para a maioria do povo, é isso que eu estou procurando fazer. Respeito o caminho, cada um tem o direito de escolher, agora eu só posso te dizer o seguinte, que minha família, na sua totalidade, está comigo. Menos meu irmão”.
Com uma visão crítica ao governo do PT em Serra Talhada, Duquinho, que é um dos líderes do PMDB na cidade, lançou o ex-secretário Israel Silveira como pré-candidato e encampou a trincheira do G11, grupo de oposição ao PT formado por 11 partidos com o apoio do deputado Sebastião Oliveira e o governador Paulo Câmara. Farol de noticias 

0 comentários:

Postar um comentário