2016: Carlos Evandro prega união das oposições e diz que só não é candidato por que não quer

,
carlos 2O ex-prefeito Carlos Evandro (PSB) está confiante de que uma grande coalizão de todas as oposições em Serra Talhada poderá derrotar o atual prefeito Luciano Duque (PT) nas próximas eleições. Falando a uma rádio local, recentemente, o socialista resgatou o discurso de parceria entre blocos políticos e lembrou que possui uma relação de amizade com o deputado licenciado e secretário dos Transportes do Estado, Sebastião Oliveira, bem como com seu irmão, e pretenso candidato, Waldemar Oliveira (PR).
“Independente de política, Sebastião e Waldemar são duas pessoas amigas. E você sabe que a política é dinâmica. Acredito na união das oposições, por que não? Política é a arte do diálogo”, ratificou. Na visão de Evandro, é preciso redobrar a atenção para que as várias forças oposicionistas não caiam em nenhuma armadilha. “Pra isso, meu irmão, é preciso termos maturidade para não entrarmos em aventura. Eu já passei dos 60 anos e não entro mais em aventura, não”, avisou.
SER OU NÃO SER CANDIDATO
Carlos surpreendeu ao afirmar que só não será candidato a prefeito no próximo ano porque não quer. E rebateu a tese de que impedimentos jurídicos lhe impedem de disputar o cargo.
“Não, rapaz! Me mostre um só (político) que teve problemas jurídicos e não pôde ser (candidato)? Eu tenho certeza que não errei e nem cometi nem um dolo. Eu posso (ser candidato). E eu só não posso se eu não quiser ser. E no momento eu não estou pensando em ser candidato, não. Está bem? O nome que está aí é o de Socorro Brito, que tem serviços prestados pelo município, mas vamos discutir isso no momento certo. E se eu vou ser (candidato) ou não, vamos também ver isso no momento certo”, sentenciou.

0 comentários:

Postar um comentário