Dor e comoção marcam sepultamento de jovem de 20 anos em Petrolândia

,
Consternação. Esta é a palavra que define o sentimento das pessoas que acompanharam na tarde de ontem (28) a despedida de Aline Patrícia dos Santos, falecida no sábado (27). A jovem de 20 anos era casada e deixa uma filha de 11 meses, ainda em fase de amamentação.

O cortejo saiu da casa onde Aline residia com o marido Samuel Correia (Samuel do acarajé), na Av. Prefeito José Gomes de Avelar, na Quadra 02, e seguiu pela Av. Manoel Pereira Lima até o Cemitério São Francisco.   

A partida repentina e prematura de Aline surpreendeu quem conhecia a jovem sorridente, mãe amorosa, esposa dedicada, companheira e guerreira, como a definiu a prima de seu marido, Kathiane, em postagem na rede social Facebook, do qual Aline participava.  

Aline sucumbiu a uma doença rara, a púrpura trombocitopênica trombótica (PTT). Após sentir-se mal e ser socorrida ao hospital local, Aline foi encaminhada ao Recife, onde foi internada em UTI no IMIP. Debilitada, ela não resistiu ao tratamento de emergência.

É uma perda difícil de compreender e de aceitar, uma ferida que somente o tempo e a fé podem tornar menos dolorosa, embora jamais a apaguem definitivamente. Deus conforte sua família, seus parentes e amigos. 

0 comentários:

Postar um comentário